FORMAÇÃO
— Bruno Lima Kayapy: guitarra
— Fabrício Pinho: guitarra
— Daniel Horkidea: baixo
— Renato Pestana: bateria

LINKS
Facebook
YouTube
Spotify

MACACO BONG EM UMA MÚSICA

DISCOGRAFIA
Deixa Quieto (álbum, 2017)
Macaco Bong (álbum, 2016)
Macumba Afrocimética (álbum, 2015)
This is Rolê (álbum, 2013)
Artista Igual Pedreiro (álbum, 2008)

VIDEOGRAFIA
— “Shift” (2010)

CONTATOS PARA SHOWS E IMPRENSA
— Elson Barbosa: (11) 9-9211-4594
— Lucas Lippaus: (11) 9-5132-0916
— sinewave@sinewave.com.br

PRESS KIT
Rider de Palco (PDF)
Mapa de Palco, Input List (PDF)
Fotos em Alta (ZIP)

MACACO BONG EM TRÊS ATOS

— Em 2008 seu álbum de estreia, Artista Igual Pedreiro, foi eleito o Melhor Álbum do Ano pelos críticos da revista Rolling Stone Brasil;

— Em 2010 tocaram como banda de apoio de Gilberto Gil no Projeto Futurível no Auditório Ibirapuera em São Paulo;

— Em 2017 a banda lançou Deixa Quieto, álbum de recriações do Nevermind do Nirvana em versões instrumentais e “bonguianas”.

RELEASE – MACACO BONG LANÇA DEIXA QUIETO, ÁLBUM DE RECRIAÇÕES DO NEVERMIND

Macaco Bong é um dos maiores expoentes do rock instrumental brasileiro e mantém a fama com uma discografia primorosa de sete lançamentos. Entre álbuns e EPs, o power trio, de origem mato-grossense, cravou em muitos ouvidos um combinar experimental de stoner rock com música negra, folclórica e psicodélica, ganhando notoriedade em grandes festivais nacionais e estrangeiros.

Mesmo com tanto material autoral para contemplar o público, Macaco Bong agora também investe num set incomum e apresentações especiais do repertório completo de Nevermind, álbum seminal do Nirvana e que catapultou o então desconhecido grunge para o mundo das grandes gravadoras, em 1991. Referência para a banda, que sempre usou muitos pedais de distorção, recriar o clássico Nevermind para sua linguagem virtuosa e instrumental foi um trabalho de criatividade e horas testando frases de guitarra, experimentando timbres e fazendo a cozinha (baixo e bateria) assumir um protagonismo próprio, assim como o fizeram Krist Novoselic e Dave Grohl.

Este repertório de versões do Nirvana resguarda a identidade do Macaco Bong com muito groove e desconstrói as melodias com novos arranjos. Interpretado com audácia pelos integrantes, o tracklist foi pensado para ser mais pesado e com outra marcação de tempo, o que garante manter a assinatura bonguiana.

Em Deixa Quieto, o álbum de versões do Nevermind, o trio mostra essas composições com nostalgia revisitada para o público que poderá ter o melhor de dois mundos: um álbum clássico em versão totalmente inédita.

Ouça Deixa Quieto na íntegra no YouTube:

Ouça “Móviaje”, versão de “On A Plain”:

Texto por Mariângela Carvalho (Supernova)

RELEASE – MACACO BONG

O Macaco Bong foi formado na cidade de Cuiabá (MT) no ano de 2004 como um quarteto de rock instrumental. Porém, no ano seguinte, o grupo se tornou um power trio. Sua formação se firmou com Bruno Kayapy (guitarra), Ynaiã Benthroldo (bateria) e Ney Hugo (baixo).

Apesar do rock instrumental não ser um gênero muito popular, a banda se destacou no cenário independente brasileiro participando do circuito Fora do Eixo, sendo atração em festivais como o Grito Rock (MT), Calango (MT), Goiânia Noise Festival (GO), MADA (RN), entre outros.

Seu primeiro álbum, Artista Igual Pedreiro, foi lançado em 2008. Com influências de post-rock e jazz, a música do Macaco Bong recebeu críticas positivas de publicações como as revistas Bizz e Rolling Stone, os jornais Estadão e Folha de São Paulo. Na sequência, o trio lançou o EP Verdão e Verdinho, em 2011, e o segundo álbum, This Is Rolê, em 2012.

This Is Rolê saiu numa época que a banda passou por turbulências, como a saída de Ynaiã e Ney, e seu afastamento da banda do polêmico coletivo Fora do Eixo.

Após as turbulências que quase puseram um fim na carreira do grupo, Bruno Kayapy reformulou o Macaco Bong. Em 2014 saiu o single “Black Marroca”. No ano seguinte foi lançado o terceiro álbum, Macumba Afrocimética, com Kayapy acompanhado de Julito Cavalcante (baixo) e Daniel Fumega (bateria). Com essa formação, a banda lança em 2016 seu quarto e mais recente álbum, o auto-intitulado Macaco Bong, pelo selo Sinewave em parceria com o +Instrumental, selo da própria banda,

E agora em 2017, a banda estreia uma nova formação pela primeira vez em quarteto – Bruno Kayapy (guitarras), Fabrício Pinho (guitarras), Daniel Hortides (baixo) e Renato Pestana (bateria) formam o novo Macaco Bong para o lançamento do seu novo álbum, Deixa Quieto, álbum com recriações do clássico Nevermind do Nirvana, em versões instrumentais e bonguianas.

BIOGRAFIA

O Macaco Bong está prestes a completar 15 anos de estrada com sete trabalhos de estúdio lançado, hoje é considerada a banda de rock instrumental brasileira mais popular do país, plantou muitas sementes ao que se diz respeito a ̈ girar a chave ̈no fomento de uma nova cadeia produtiva da música no país, sendo assim peças fundamentais na construção de um mercado nacional de música formada por bandas de pequeno e médio porte que trabalham de forma auto sustentável sem vínculo com gravadoras e grande esquemas. A banda colheu no decorrer de sua trajetória importantes prêmios como o primeiro lugar dentre os 25 melhores álbuns nacionais do ano 2008 pela Rolling Stone com seu primeiro álbum de estréia ̈Artista igual Pedreiro ̈. Seus demais discos também ganharam notória colocação na lista dos melhores dos anos seguintes como o aclamado álbum ̈ This is Rolê ̈ (2012). Recentemente lançaram o álbum auto-entitulado ̈Macaco Bong ̈ que ganhou 4 estrelas máximas na avaliação crítica da Rolling Stone e também integrou a lista dos melhores do ano da revista, o álbum também entrou na lista dos melhores do ano nos mais importantes sites e revistas da crítica musical nacional com seu novo álbum resenhado pela Associação Paulista dos Críticos de Arte.

O álbum entrou no top 10 do ano em uma lista organizada por uma curadoria entre os principais selos de música nacional. Bruno Kayapy é apontado hoje como um dos guitarristas mais influentes da nova geração de guitarristas brasileiros e já teve seu nome em diversas listas entre os melhores guitarristas do país, dentre elas a emblemática lista dos 70 mestres da guitarra e do violão brasileiro da rolling stone que colocou o nome do guitarrista ao lado de Baden Powell, Luiz Bonfá, Pepeu Gomez, Sérgio Dias, Andreas Kisser, Kiko Loureiro, Lulu Santos entre outros. Além de guitarrista, Kayapy é Luthier Profissional formado na B&H Guitar Craft School, Engenheiro de áudio, produtor musical, técnico de som e eletrônica, constrói seus próprios pedais de efeito, desenvolve seus amplificadores, vive ̈envenenando ̈ o som da sua guitarra através de esquemas e adaptações próprias, é compositor, arranjador e multi-instrumentista de cordas e também é quem comanda toda a parte empresarial do Macaco Bong. Recentemente abriu um estúdio com um conceito inovador para booking de shows no país tendo recebido mais de 100 showcases de bandas independentes no quarto mês de atividade do espaço, o local se chama Pico do Macaco, no local a banda também realiza um curso de vivência musical para amadores, simpatizantes e profissionais da música chamado Macaco Bong DIY onde a banda compõe e produz faixas e discos com os alunos do curso que também assinam a autoria das faixas junto ao Macaco Bong.

A revista guitar player o considera um dos principais guitarristas surgidos no país desde o último milênio devido a sua originalidade com o instrumento com sua poesia desconstrutiva sem perder o feeling essencial das melodias que tocam profundamente o sentimento. No ano 2010 o Macaco Bong realizou o Projeto Futurível á convite de Gilberto Gil para a realização de um show conjunto do compositor baiano e um dos principais idealizadores do tropicalismo com o Macaco Bong em quarteo, somente o Gil e o Macaco no palco. A reunião entre Gilberto Gil e Macaco Bong ocorreu no Auditório do Ibirapuera e contou a participação da Banda de Pife do Caruaru. O Macaco Bong já dividiu palco com nomes como System of a Down (abertura do show em SP no ano 2011) um detalhe curioso foi que o SOAD escolheu o Macaco Bong para abrir seu primeiro show em solo brasileiro após receberem uma lista com diversas bandas brasileira como recomendação aos Armênios que revolucionaram o Nu Metal dos anos 2000, já o Macaco Bong se apresentou para um público de aproximadamente 60 mil pessoas neste dia. Outro grande marco na carreira da banda foi o show no Festival SWU dividindo palco com The Mars Volta, Rage Against the Machine e Os Mutantes.

A banda também dividiu palco com Sonic Youth e Iggy Pop no Festival Planeta Terra, realizou diversas turnês na américa do sul visitando países como Argentina, Chile e Uruguai, se apresentaram no Festival Pop Montréal no Canadá e também no Festival Primavera Sounds, na Espanha. Com artistas nacionais a banda já realizou diversos projetos em parceria além de dividir palco com bandas como Mundo Livre S/A, Nação Zumbi, Pitty, Charlie Brow Jr, Raimundos, Sepultura, Krisiun, Mombojó, Jards Macalé e com o lendário músico e produtor Liminha no projeto +instrumental idealizado por Bruno Kayapy através do projeto +instrumental que trata-se de um show e projeto de Jazz Contemporâneo ao qual Kayapy convida diversos músicos para interpretar álbuns clássicos da música instrumental brasileira, o encontro ocorreu no Teatro do Sesc Pompéia no ano 2014 com a participação de Vitor Araújo (Piano acústico), Maestro Spok (Saxofone), Lucas dos Prazeres (Percurssão), Ricardo Vignini (Viola Caipira) e Liminha (Contrabaixo), juntos interpretaram o álbum ̈ Jacarandá ̈ do compositor e guitarrista carioca, Luiz Bonfá. A banda já passou por diversas formações sendo primeiro fundada por Bruno Kayapy em Cuiabá (MT) no ano de 2004 e hoje se encontra radicada em São Paulo (SP), com cada membro atual da banda vindo e uma região distinta do outro. A banda atualmente é formada por Bruno Kayapy (Guitarra), Daniel Horkidea (Contrabaixo) e Daniel Fumega (Bateria).