EMICAELI – Pops (2016)

EMICAELI
Pops
Tags: Noise-rock, No wave
sw0171 – 2016 – Sinewave

Download (51 MB)

FAIXAS
01. Varanda Gorfê
02. Vitucci
03. Luigy
04. Stellacordani
05. Tonelero
06. Shummi
07. Piettros
08. Bombas

RELEASE

Pops é o título do novo trabalho do Emicaeli, quinteto da capital SP, que está completando 20 anos. O álbum, às avessas do título, não é algo popular. Uma aposta experimental que beira o não-linear do movimento No Wave, Pops é mesmo a não-onda.

Emicaeli é muita improvisação dissonante, peculiar nas harmonias extra-ordinárias das guitarras base e solo, ambas de cadências atonais bem improváveis. O tempo não existe nas músicas do Emicaeli – muito menos regras – e a Guerra do Volume não é nada perto das equalizações precisas do som que eles tiram. Pops é isso tudo, é bem torto.

O quinto trabalho do grupo tem certa urgência para se expressar: são 15 minutos de cacetada, ora derretido ora alerta, com riffs de metal ou psicodelia induzida. O álbum tem participação de Paulo Barnabé, lenda criativa e líder da seminal Patife Band nos vocais da faixa “Luigy” e backing vocals gritados por Manoel Junqueira (Câimbra) e Jairo Fajersztajn (Sheila Cretina) em algumas faixas como “Varanda Gorfê” e “Bombas”.

A capa e contracapa, em tom expressionista, são assinadas por Mark Shippy, artista norte-americano e guitarrista de bandas como Shorty, U.S. Maple, Invisible Things, Miracle Condition e Secret Means Of Escape. À parte a influência dessas bandas no som do próprio Emicaeli, a arte entrega, em cores e linhas abstratas, o que é Pops: distopia sem contextos.

Pops foi lançado em 21 de novembro, via Bandcamp e em todas as plataformas de streaming. Até o final do ano, um clipe também está programado para sair. Shows de lançamento já estão marcados: dia 27/nov, comemorando os 20 anos de banda (ao lado de ex-integrantes e com repertório extenso), na Associação Cultural Cecília, e dia 19 de janeiro, no Z Carniceria, ambos em São Paulo.

Com duas décadas na mochila e outros quatro trabalhos no bolso, este álbum dá continuidade à discografia iniciada em 2001 com o EP Moneykills e vai ganhar ainda formato físico em vinil e K7.

Texto Mariângela Carvalho – Supernova Produções

FICHA TÉCNICA
Produzido por Emicaeli
Gravado entre junho e agosto 2016 na Zastrás. São Paulo, SP, Brasil
Mixado por Alexandre Pereira e Piettro Torchio.
Masterizado Alexandre Pereira e Nico Paoliello.

Participações:
Paulo Barnabé – voz em “Luigy”
Manoel Junqueira e Jairo Fajersztajn – backing vocals em “Varanda Gorfê”, “Vitucci”, “Luigy”, “Stelacordanni” e “Bombas”.

Todas as músicas por Emicaeli

EMICAELI
— Alexandre Pereira (guitarra)
— Igor Sciallis (bateria)
— Marcus Vinícius (guitarra)
— Piettro Torchio (baixo e backing vocals)
— Renato Joseph (voz)

LINKS
— Facebook: facebook.com/emicaeli
— Bandcamp: emicaeli.bandcamp.com
— Soundcloud: soundcloud.com/emicaeli
— Email: emicaeli.sp@gmail.com

DISCOGRAFIA
Pops (álbum, 2016)
Schizofrito (álbum, 2013)
Sadsbrolignson (EP, 2011)
Wrion (álbum, 2008)
Moneykills (EP, 2001)

Next Post

Previous Post

© 2017 Sinewave

Theme by Anders Norén