FORMAÇÃO
— Zema: guitarras
— Paciencia: baixo
— Tiago: bateria

LINKS
Facebook
Instagram
YouTube
SoundCloud

RALO EM UMA MÚSICA

RALO EM CINCO MÚSICAS

DISCOGRAFIA
Hell is Real (2017)
Horse Music (2014)

VIDEOGRAFIA
— “Sem Breque” (2016)
— “Riot” (2016)
— “Sombra” (2015)
— “La Nona” (2014)
— “PegaOTripéDoido(NÃO)” (2012)

CONTATOS PARA SHOWS E IMPRENSA
— Elson Barbosa: (11) 9-9211-4594
— Lucas Lippaus: (11) 9-5132-0916
— sinewave@sinewave.com.br

PRESS KIT
Press Kit, Mapa de Palco, Rider, Input List (PDF)
Foto em Alta

RALO EM TRÊS ATOS

— O single “Riot”, lançado em 2016, foi gravado no projeto Converse Rubber Tracks;

— No final de 2016 fizeram um show simultâneo com a banda Testemolde, tocando com duas baterias, duas guitarras e dois baixos simultaneamente;

Hell Is Real, álbum recém-lançado, foi masterizado pro Chris Common, ex-baterista do These Arms Are Snakes, que trabalhou com artistas como Pelican, Chelsea Wolfe e Palms, e também masterizou o álbum da Huey.

RELEASE

Riffs intrincados, ritmos quebrados, peso, sujeira. O Ralo, trio de grunge-metal instrumental de São Paulo, faz parte de uma certa leva de bandas que buscam entortar ideias, descer a mão nos instrumentos, e não facilitar em nada para o ouvinte — fazer barulho, enfim.

Hell Is Real é seu segundo álbum. Assim como a estreia Horse Music, lançada em 2014, Hell Is Real traz uma sequência de faixas diretas e cruas, linkando diversas influências especialmente vindas dos anos 90 — o grunge do Nirvana e Melvins, o metal alternativo do Helmet, Deftones e Down –, mas apostando na ausência de vocais, dando ainda mais ênfase na instrumentação power trio guitarra-baixo-bateria. O primeiro single “Volta” já entregava o jogo — crueza e agressividade resumidas em três minutos e dez segundos.

Gravado nos estúdios Trama e Lamparina em São Paulo, gravado e mixado por Guto Gonzalez e masterizado por Chris Common — ex-baterista do These Arms Are Snakes, produziu artistas como Pelican, Chelsea Wolfe e Palms, e também masterizou o álbum Ace dos também paulistas da Huey — Hell Is Real vem somar ao crescente cenário de bandas tortas, pesadas e instrumentais que o Brasil vem cultivando nos últimos anos. E assim como um ralo literal, sabemos que é por lá onde a sujeira escoa.